Ambientes de Paz: conheça o TBV e descubra o que o torna o monumento mais visitado do DF

Publicado: outubro 17, 2013 em Todo conteúdo

Pedra de Cristal no TBVO Templo da Boa Vontade (TBV) comemora neste mês 24 anos. Monumento mais visitado da capital brasileira, segundo dados oficiais da Secretaria de Estado de Turismo do Distrito Federal (Setur-DF), e uma das Sete Maravilhas de Brasília. O Templo da Paz — como também é conhecido —, caracteriza-se pelo seu aspecto ecumênico, isto é, aberto a receber pessoas das mais variadas crenças, religiões, filosofias e etnias. Além desse aspecto, é reconhecidamente uma obra de grande beleza. Suas linhas arquitetônicas e seus ambientes tranquilos são convidativos à reflexão e à busca pela paz interior.

A Nave do TBV é um dos principais ambientes. Seu piso em granito forma uma espiral, e o visitante percorre por ela um caminho simbólico: o caminho de cor escura em sentido anti-horário da espiral, desenhada no piso deste ambiente representa a jornada do indivíduo em busca de seu ponto de equilíbrio. No centro da Nave, alinhado ao Cristal Sagrado — que se encontra no pináculo da pirâmide —, uma placa redonda de bronze simboliza a descoberta da Luz e o início de uma nova jornada. O percurso de volta (a via de cor clara, em sentido horário) representa a trilha iluminada pelos valores morais e espirituais adquiridos pelo esforço próprio do ser humano. Assim, ao concluir o trajeto, diante do Trono e Altar de Deus, de Quem recebe as bênçãos, o peregrino pode sentir-se renovado e imbuído dos mais elevados sentimentos da Alma.

Outro espaço, a Fonte Sagrada é um lugar muito prestigiado. Sua água percorre diversos filtros, atravessa a Nave do TBV, passando sob o Cristal Sagrado, até jorrar na fonte. Beber da Água Fluidificada dessa fonte é também receber as bênçãos de Jesus, o Cristo Ecumênico, o Divino Estadista, representado na escultura francesa feita de bronze, datada do século 18, que se encontra no local.

Há ainda a Mandala, o Memorial Alziro Zarur e a Sala Egípcia, que apresenta elementos da tradição e da cultura do povo egípcio e, ao mesmo tempo, oferece um ambiente de reflexão e recolhimento. Acima da porta de acesso ao ambiente, encontra-se em hieróglifos a inscrição “Os mortos não morrem” — máxima de Paiva Netto, o grande brado do TBV, que está registrada no local em outros nove idiomas.

O Templo da Boa Vontade foi fundado em 21 de outubro de 1989 pelo Diretor-Presidente da Legião da Boa Vontade (LBV), o jornalista, radialista e escritor José de Paiva Netto. Durante este mês, uma programação especial é preparada para celebrar a data. Pessoas vindas de várias partes do Brasil e do mundo prestigiam os eventos que ali ocorrem, como apresentações musicais, teatrais e culturais, exposições de obras de arte, cerimônias e encontros, entre outros. Para saber mais, acesse www.tbv.com.br/24anos ou ligue (61) 3114-1070.

Anúncios

Obrigada por fazer parte desse Blog..

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s